MANGO MANTÉM A SUA APOSTA PELA MODA NO MÉDIO ORIENTE

 

A marca lança uma nova coleção para o Ramadão e amplia a adaptação da página web em árabe ao Barém, Líbano e Omã.

Barcelona, 16 de maio de 2017 – O Médio Oriente continua a ser um mercado estratégico para a MANGO. É por isso que desde a sua chegada em 1996, a marca não deixou de crescer na região, tendo atualmente mais de 250 pontos de venda.

O segredo do sucesso da MANGO no Médio Oriente está em dar resposta às necessidades do mercado. Com um departamento de design dedicado exclusivamente à adaptação das coleções da marca aos costumes e estilos de determinados países, a MANGO conseguiu ser uma das marcas de referência dos seus clientes, oferecendo peças de tendência adaptadas à tradição local.

Prova dessa vontade de se adaptar é a nova coleção para o período do Ramadão.Com especial atenção à paleta de cores, acessórios e silhuetas que jogam com acabamentos de qualidade numa proposta fresca para ocasiões festivas. Repleta de estampados, sobretudo florais, e com uma grande variedade de tecidos, entre os que se destacam o jacquard, a popelina, o cetim e os metalizados, a coleção ajusta-se ao estilo das clientes.

Além disso, a MANGO acaba de estender ao Barém, Líbano e Omã a adaptação ao árabe do seu e-commerce após o seu bem-sucedido lançamento no mês de janeiro na Arábia Saudita, Qatar, Egito, Emiratos Árabes, Jordânia e Kuwait. Este projeto não consiste apenas na tradução ao idioma local, mas também à introdução de funcionalidades particulares que tenham em consideração os hábitos de compra dos clientes. Exemplo disso é a Store Credit, uma nova forma de pagamento que facilita os processos de devolução aos clientes que escolhem a forma de pagamento de contra reembolso, evitando assim os custos de gestão por transferência bancária. Também foram realizadas melhorias na App que permitiram que mais de 70% dos utilizadores desses países a usem com melhores resultados.