A MANGO ESTREIA UM NOVO CONCEITO DE LOJA DE INSPIRAÇÃO MEDITERRÂNEA

Durante os próximos meses, a marca estreará a sua nova imagem nas flagships de algumas das suas principais cidades europeias

 

 

A Mango estreia uma nova imagem de loja que pretende refletir o espírito e a frescura da marca. Este novo conceito tem uma forte influência da cultura e estilo mediterrâneos, ondepredominam as tonalidades quentes e bases de cores neutras, que misturam-se com materiais tradicionais, artesanais, sustentáveis e naturais, como a cerâmica, o tufo, a madeira, o mármore, o esparto ou o couro.

A sustentabilidade, a eficiência energética e a integração arquitetónica no ambiente são um dos principais objetivos para a marca. Para tal, pensou-se num conceito evolutivo que pretende integrar os avanços nestas matérias: as lojas contam com uma iluminação e climatização eficientes em termos ecológicos, e um design que incorpora materiais sustentáveis como as pinturas naturais. Além disso, a Mango continua a colaborar com Moda re-, com o projeto de recolha de roupa e calçado usado para a sua reutilização, reciclagem e valorização energética.

Para continuar a avançar na melhoria da experiência de cliente, a Mango ouviu a sua Comunidade de Inovação, um espaço onde os clientes da marca podem expressar na primeira pessoa as suas preferências, opiniões e expetativas sobre os produtos e estratégias de negócio da empresa. Tendo isto em conta, a Mango criou um espaço funcional, relaxado e acolhedor, onde potenciar e facilitar a interação entre o cliente e o pessoal da loja. Ao mesmo tempo, foram incorporados novos serviços e funcionalidades, como a concierge station, um ponto de referência onde o staff poderá resolver qualquer necessidade que o cliente tenha, além de contar com provadores mais amplos e caixas em todos os pisos.

A Mango continua a apostar no omnicanal e, além de contar com uma vasta zona de click & collect, os novos espaços irão expor coleções exclusivas online, que os clientes poderão ver e provar na loja. Além disso, a tecnologia pioneira de In Store Analytics (Deep Learning), combinada com a tecnologia RFID, fornecerá dados ao staff da loja para poder implementar iniciativas de melhoria contínua, relacionadas com a disponibilidade das peças de roupa, a distribuição das coleções e a navegação na loja, entre outras.

César de Vicente, Diretor Global de Retalho da Mango: “A nossa indústria está em plena transformação e a Mango também. As lojas serão sempre um ponto de encontro privilegiado dos nossos clientes com a marca e, por isso, queremos oferecer-lhes experiências únicas e personalizadas, apoiadas em tecnologias e serviços omnicanal e num ambiente acolhedor.”

A primeira loja que contará com este conceito será a de Dusseldorf, que será inaugurada no mês de março. Com uma área de vendas de 1.400 m2, está situada no edifício Kö-Bogen II, também conhecido como o “edifício verde”, devido à grande massa de vegetação que cobre a fachada.

Jan Rivera, Diretor Criativo e de Imagem: Através deste novo conceito de loja, quisemos refletir a essência da marca. A cultura mediterrânea faz parte de tudo o que fazemos enquanto marca e de quem somos, aqueles que estamos por trás dela, de modo que quisemos aproximar-nos dos nossos clientes com esta filosofia.”

 

Todas as fotos publicadas em press.mango.com poderão ser usadas apenas para fins editoriais e não comerciais. Para qualquer outro fim, incluindo o seu uso em capas, é necessário obter uma autorização por escrito do Departamento de Relações Públicas da Mango em press@mango.com.