100% da nova coleção denim da Mango tem propriedades sustentáveis

A Mango avança no seu caminho para a sustentabilidade para reduzir o seu impacto

Imagens da campanha:  https://we.tl/t-ZKTCzIYRSL  
Estabelecimentos: https://we.tl/t-OlctLz4L32 

BARCELONA, 15 DE FEVEREIRO DE 2022 – A Mango continua o seu percurso para reduzir o seu impacto e apresenta a sua nova campanha de denim sustentável. A empresa entende a sustentabilidade como um caminho que a indústria da moda deve percorrer em busca de uma sociedade mais justa e da redução do seu impacto no ambiente, quer seja ambiental ou social.  É por isso que 100% dos artigos da coleção denim de todas as linhas da marca já contam com características sustentáveis.

Para esta campanha, produzida em Tenerife (Ilhas Canárias), o par formado pelos modelos Andreea Diaconu e Simon Nessman ganha protagonismo graças ao seu compromisso público com iniciativas promovidas por marcas de moda relacionadas com a saúde do planeta. Junto deles a modelo Devyn García, que com eles faz parte da comunidade da Mango dada a sua participação em anteriores campanhas da marca.

O polifacetado tecido denim apresenta-se nesta coleção para todos os sexos, idades e tamanhos. Destacam-se os artigos em denim azul, com técnicas como o tye dye e o EcoWash, que utiliza um software específico (EIM) para medir o impacto ambiental dos processos de lavagem e acabamentos dos  jeans em termos de consumo de água e produtos químicos. A proposta no seu conjunto dá-se à volta de urban denim e na mesma destacam-se as cores intensas. como o rosa e o amarelo, representativos da estação.

 

Mango e a sustentabilidade

Ao nível das coleções, a Mango antecipa os seus objetivos sustentáveis após ter conseguido que 80% de todas as peças que comercializa já tenham a denominação Committed. Num ano, a empresa praticamente duplicou o peso das peças com características sustentáveis na sua produção total. 

 

A empresa, um dos principais grupos europeus da indústria da moda, reviu os objetivos marcados no início de 2020 dentro do seu plano estratégico de sustentabilidade e apostou por antecipá-los. Concretamente, prevê que 100% do poliéster utilizado seja reciclado em 2025, duplicando o objetivo inicial previsto para esse mesmo ano. Do mesmo modo, a empresa também contempla que em 2025 100% das fibras celulósicas usadas sejam de origem controlável e rastreável, o que significa alcançar o compromisso cinco anos antes do previsto. Além disso, mantém a sua meta que 100% do algodão utilizado nas suas peças seja de origem sustentável antes de 2025. 

Os artigos Committed são todos aqueles que contêm um mínimo de 30% de fibras mais sustentáveis (como o algodão orgânico, o algodão reciclado, o algodão BCI, o poliéster reciclado, a lã reciclada ou o TENCEL®, entre outras), e/ou foram fabricados com processos de produção mais sustentáveis. Também, tal como os restantes artigos da Mango, foram produzidos em fábricas examinadas por auditorias sociais e cumprindo com a normativa de segurança no produto. A empresa tem como objetivo que cem por cento dos seus artigos faça parte de Committed em 2022. 

Em 2021, com o objetivo de melhorar a transparência na sua cadeia de produção, a Mango publicou a sua lista de fábricas de primeiro nível (Tier 1) e de segundo nível (Tier 2) relacionadas com os processos de produção. E, marcou-se o objetivo de publicar este ano a lista de fábricas de terceiro nível (Tier 3), relacionadas com fornecedores de materiais, tais como tecidos e peças. 

Alinhada com o propósito de reduzir o uso do plástico, no final de 2020 a Mango iniciou um projeto para substituir os sacos de plástico das suas embalagens por sacos de papel, transformando-se assim na primeira grande empresa do setor têxtil em Espanha a fazê-lo. O objetivo da empresa é eliminar, de forma progressiva e em colaboração com os seus fornecedores, todos os sacos de plástico utilizados para distribuir os produtos ao longo da cadeia de fornecimento. Desta forma, a Mango deixará de utilizar cerca de 160 milhões de sacos de plástico anualmente.

 

A Mango nasceu em Barcelona em 1984 e é um dos principais grupos do mundo da moda a nível mundial. A empresa, que está presente em mais de 110 países, fechou 2020 com receitas de 1842 milhões, com um peso do canal online de 42%. Mais informação em www.mango.com

Todas as fotos publicadas em press.mango.com poderão ser usadas apenas para fins editoriais e não comerciais. Para qualquer outro fim, incluindo o seu uso em capas, é necessário obter uma autorização por escrito do Departamento de Relações Públicas da Mango em press@mango.com.